Artigos

26 de Janeiro de 2019

SISU 2019: veja quais foram as maiores notas de corte parciais por estado

Publicação

Recentemente, o site do G1 divulgou um levantamento com as notas de corte do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) mas altas em cada estado brasileiro. Os dados tiveram base nas notas de corte parciais divulgadas na última sexta-feira (25). Medicina é o curso com a maior nota de corte na maioria dos estados, junto com os cursos de Direito, Engenharia Civil e Engenharia Aeronáutica. 

Recentemente, o Ministério da Educação (MEC) divulgou um novo cronograma para o SISU do primeiro semestre de 2019. O processo que se encerraria nesta sexta-feira (25) foi prorrogado para até domingo, dia 27 de janeiro. As datas para o Prouni e Fies também foram alteradas, saiba mais sobre essas mudanças clicando aqui. 

 

Como funcionam as notas de corte do SISU?

 

A nota de corte do SISU é calculada automaticamente e representa a menor nota que o candidato deve ter para ficar entre os selecionados da vaga desejada. Ela é calculada uma vez por dia com base no número de vagas existentes e o número que estão concorrendo aquela vaga no momento, dentro das modalidades de concorrência específicas.

 

Essa informação é uma referência para ajudar o candidato a se inscrever em uma vaga na qual ele realmente tenha chances de ser aprovado. A nota de corte é calculada da seguinte forma: vamos supor que para um curso de medicina estejam disponíveis 15 vagas. No primeiro dia, 30 candidatos se inscreveram para essa vaga, entre eles serão aprovados os 15 que tiveram as maiores notas no Enem, de acordo com os pesos específicos. Neste caso, isso quer dizer que a nota de corte para esta vaga será a nota referente ao candidato que tiver a 15ª nota mais alta.

 

 

 

Se no próximo dia algum candidato com nota mais alta se inscrever para essa vaga, muito provavelmente a nota de corte irá se alterar, e a posição entre os candidatos também. Por isso, é muito importante ficar ligado e selecionar a opção de vaga que você realmente tenha chance de aprovação. Se você tem uma nota 630 para uma vaga com nota de corte de 780, muito dificilmente será aprovado para esta vaga, então é recomendado procurar outras opções.

 

Mas vale lembrar, a nota de corte é somente uma referência e ajuda para os candidatos. Mesmo no último dia, quando a última nota de corte for divulgada, não te dará 100% de certeza de que essa nota será de fato a nota mínima para preencher a vaga. Afinal, no último dia outros candidatos também podem se inscrever para a mesma vaga, que terá seu resultado final divulgado somente na segunda-feira, dia 28 de janeiro.

 

Veja as notas de cortes parciais mais altas por estado no SISU 2019:

 

  • Acre: medicina (Ufac, campus Rio Branco): 861,77 (ampla concorrência)
  • Alagoas: medicina (Ufal, campus A. C. Simões): 785,56 (ampla concorrência)
  • Amazonas: medicina (Ufam, campus Manaus): 808,42 (ampla concorrência)
  • Amapá: medicina (Unifap, campus Marco Zero): 781,80 (ampla concorrência)
  • Bahia: medicina (Uesc, campus Ilhéus-Salobrinho): 792,20 (ampla concorrência)
  • Ceará: engenharia civil (IFCE, campus Fortaleza): 874,85 (ampla concorrência)
  • Distrito Federal: medicina (UnB, campus Darcy Ribeiro): 820,66 (ampla concorrência)
  • Espírito Santo: medicina (Ufes, campus de Ciências da Saúde): 807,79 (ampla concorrência)
  • Goiás: medicina (UFG, campus Goiânia): 797,50 (ampla concorrência)
  • Maranhão: medicina (Ufma, Cidade Universitária): 788,26 (ampla concorrência)
  • Mato Grosso: medicina (UFMT, campus de Cuiabá): 787,76 (ampla concorrência)
  • Mato Grosso do Sul: medicina (UFMS, campus de Três Lagoas): 816,22 (ampla concorrência)
  • Minas Gerais: medicina (Ufop, campus Morro do Cruzeiro): 812,96 (ampla concorrência)
  • Pará: direito (Unifesspa, campus Marabá): 861,89 (ampla concorrência)
  • Paraná: medicina (UFPR, campus Centro): 827,43 (ampla concorrência)
  • Paraíba: medicina (UFPB, campus Sede): 788,36 (ampla concorrência)
  • Pernambuco: medicina (UFPE, campus Caruaru): 853,62 (ampla concorrência)
  • Piauí: medicina (UFPI, campus Sede): 802,11 (ampla concorrência)
  • Rio de Janeiro: direito (UFF, campus Aterrado): 834,47 (ampla concorrência)
  • Rio Grande do Norte: medicina (UFRN, campus Caicó): 902,05 (ampla concorrência)
  • Rio Grande do Sul: medicina (UFCSPA, campus Central): 798,14 (ampla concorrência)
  • Roraima: medicina (UFRR, campus Paricarana): 775,33 (ampla concorrência)
  • Santa Catarina: medicina (UFSC, campus Sede): 821,65 (ampla concorrência)
  • São Paulo: engenharia aeronáutica (USP, campus São Carlos): 894,75 (ampla concorrência)
  • Sergipe: medicina (UFS, campus da Saúde): 785,22 (ampla concorrência)
  • Tocantins: medicina (UFT, campus Palmas): 786,96 (ampla concorrência)

 

Cadastre-se e receba o conteúdo em primeira mão

Publicidade

Publicidade