Artigos

13 de Janeiro de 2019

Saiu a nota do Enem 2018, e agora? 7 formas de entrar no ensino superior

Publicação


Para quem ainda está por fora, a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será divulgada na próxima sexta-feira (18) para os candidatos que realizaram a prova em 2018. Sabemos que os nervos estão a flor da pele, a ansiedade está a mil, mas antes do resultado sair é muito importante saber quais são as formas de usar a nota do Enem 2018 para ingressar no ensino superior esse ano. Quer ficar por dentro e não perder nenhuma das oportunidades? Então vem com a gente:


SISU: use a nota do Enem 2018 para entrar na faculdade pública


Hoje em dia a forma mais conhecida de se entrar na universidade com a nota do Enem é através do famoso Sistema de Seleção Unificado (SISU). Através do processo seletivo pelo qual o SISU funciona, os candidatos podem utilizar suas notas no Enem para conseguir entrar na universidade pública. o SISU é um sistema totalmente automático que seleciona os melhores candidatos para uma mesma vaga, turno, curso, universidade e modalidade de concorrência.


Qualquer um que tenha feito o Enem em 2018 e que tenha tirado uma nota maior que zero na redação pode participar do SISU 2019. São mais de 130 universidades participantes em todo o Brasil, e as vagas disponíveis já podem ser consultadas neste link. As inscrições são totalmente gratuitas, e não existe limite de renda ou idade para participar do processo.


Lembrando que os candidatos que se inscreverem para participar do Programa Universidade Para Todos (Prouni) também podem participar do SISU. Porém, caso o candidato seja aprovado pelo SISU, deverá optar por preencher uma das vagas, já que não é permitido a utilização de ambos os benefícios.


O SISU acontece duas vezes ao ano, uma no primeiro semestre e a outra durante o segundo semestre.


ProUni: Use a nota do Enem 2018 para conseguir bolsa em faculdades particulares


Enquanto o SISU é totalmente focado nas vagas para universidades públicas, o Programa Universidade Para Todos (ProUni) é uma forma de você ingressar em faculdades particulares com bolsas de estudos.


Podem participar do ProUni 2019 os candidatos que concluíram o ensino médio, realizaram a prova do Enem 2018, obtiveram uma média igual ou superior a 450 pontos e nota acima de zero na redação. Além disso, quem quiser concorrer às bolsas do ProUni deverá ter estudado todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola particular. Pessoas com deficiência ou professores da rede pública em educação básica também se enquadram nas regras do programa.


Os candidatos ao ProUni podem concorrer a dois tipos de bolsas: parciais ou integrais. A bolsa parcial cobre 50% da mensalidade e é destinada a quem tem renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa. Já as bolsas integrais cobrem 100% da mensalidade e são destinadas aos candidatos que possuem renda familiar mensal de até um salário mínimo por pessoa.


Existem bolsas bolsas no ProUni para cursos presenciais ou a distância, e o processo acontece duas vezes ao ano.


Fies e P-Fies: use a nota do Enem 2018 para financiar os seus estudos


Através do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) você pode conseguir um empréstimo financeiro do governo federal para pagar os seus estudos em faculdades particulares com juros de zero por cento no financiamento. O Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) funciona da mesma forma, no entanto existem juros variáveis de acordo com o valor disponibilizado.


Em ambos os processos, para participar o candidato deve ter realizado o Enem a partir de 2010, ter obtido média igual ou superior a 450 pontos e não ter zerado a redação. Para obter um financiamento pelo FIES, o candidato precisa ter renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa, além de estar matriculado em um curso superior cadastrado no programa e com avaliação positiva do Ministério da Educação (MEC). No P-Fies, a única exigência diferente é que o candidato tenha renda familiar de até 5 salários mínimos.


O processo seletivo para concorrer a ambos os benefícios é gratuito, feito através da nota do Enem e acontece duas vezes ao ano.


Faculdades Particulares: use a nota do Enem 2018 para conseguir bolsas por mérito

 


Se você mandou muito bem no Enem 2018 e a sua nota é reflexo disso, você pode ganhar bolsas em faculdades particulares. Muitas universidades ou faculdades particulares costumam premiar alunos que tiveram bom desempenho na prova do Enem com isenção de matrícula, isenção das primeiras mensalidades ou até bolsas integrais em todo o curso. Se você está de olho em alguma vaga que seja em faculdade particular, procure saber se esses benefícios se aplicam à instituição que você quer estudar.


Vestibulares: use a nota do Enem 2018 para complementar a pontuação do vestibular

 


Muitas universidades têm o seu próprio processo seletivo e não disponibilizam todas as vagas para o SISU. Em algumas dessas universidades, você também pode utilizar a nota obtida no Enem para complementar a nota do vestibular. A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) é uma dessas universidades.


As regras de utilização da nota do Enem como complemento do vestibular podem variar bastante de acordo com a instituição, então é sempre bom consultar o edital do processo seletivo da universidade que você pretende entrar.

Faculdades Particulares: use a nota do Enem 2018 para entrar direto

 


Muitas instituições privadas de ensino aceitam a nota do Enem para ingresso direto. Com exceção do curso de Medicina e outros na área da saúde (que possuem processos seletivos próprios), é muito comum universidades particulares aceitarem o Enem para preencher a vagas em todos os cursos disponíveis. Cada instituição tem autonomia para determinar nota mínima, pontuação geral ou pesos diferentes para as provas, e no geral também aceitam edições de anos anteriores do exame.


Estude Fora do Brasil: use a nota do Enem 2018 para estudar em Portugal

 



Quem fez o Enem 2018 também pode utilizar a nota para ingresso em universidades de Portugal. São mais de 20 opções disponíveis no país e em geral, quem tira acima de 500 ou 600 pontos tem chances de ser selecionado.


Para concorrer a uma vaga em universidade portuguesa, é necessário não ser nacional de um estado-membro da União Europeia ou residir legalmente há mais de dois anos no país. Além disso também é necessário ter concluído o ensino médio. O processo seletivo é feito a partir da nota obtida no Enem e normalmente as inscrições são feitas pela internet, no site das universidades portuguesas.

 

Quer saber mais sobre como estudar em Portugal com a sua nota do Enem, então clique aqui.

Agora que você já está por dentro de todas as formas de utilizar a sua nota do Enem 2018, já comece a se planejar para garantir o seu lugar na universidade esse ano! 

 

 

 

Cadastre-se e receba o conteúdo em primeira mão

Publicidade

Publicidade